Reparo artroscópico do Manguito Rotador

Permaneça em jejum por 8 horas antes da cirurgia (incluindo água), não aplique desodorante sob a axila do ombro a ser operado após o banho que antecede a cirurgia. Leve todos os exames, inclusive os de imagem (Rx, Ultrassom, Ressonância ou Tomografia). Leve ao Hospital a lista de remédios que faz uso regular e dos remédios que já apresentou algum tipo de alergia. Não esqueça de levar a tipóia quando solicitada.

Certifique-se de que haverá alguém para levá-lo para casa após a alta. Evite molhar os pontos por 5 dias após a cirurgia. Tome os remédios conforme recomendado. Permaneça com a tipóia 24hs, retire apenas para o banho e realização de alguns exercícios quando orientado. Durante o banho permaneça com o braço operado ao lado do corpo. A tipóia deve ser utilizada sempre sobre uma camiseta ou camisa, para evitar assaduras. Aplique gelo de 4 em 4 horas sobre o ombro operado. Evite dirigir até ser liberado.

 


 



 


Reparo Artroscópico de Lesão do Manguito Rotador do Ombro (exceto subescapular)


 



Recomendações:


 


•Não dirigir até a sexta semana de pós operatório, ou até se sentir confiante
•Realizar exercícios domiciliares de ganho de ADM conforme orientações
•Retire a tipóia em casa durante o dia para extender o cotovelo, durma com a tipóia durante as primeiras 4-6 semanas.


 


Semana 0-3  


- Permanecer em repouso durante a primeira semana de P.O.
- Mantenha a os curativos limpos e secos
- Crioterapia (de 4 em 4 horas na primeira semana)
- Manter tipóia em rotação medial.
- Realizar exercícios pendulares.
- ADM cotovelo, punho e mão.
- Ganho de amplitude passiva assistida:
- Mobilidade passiva no plano da escápula, elevação até 90 graus
- RE até 0 graus com o braço ao lado do corpo (0 graus de abdução).
- Alongamento do trapézio e músculos extensores da cabeça


 


Semana 3-4


- Ganho de ADM passiva assistida, elevação no plano da escápula até 120 graus.
 - ADM ativa da escápula: elevação e retração
- RE até 20graus
- RI com o polegar até L1
- Realizar exercícios ativos para estabilizadores da escápula
- Realizar exercícios isotônicos para punho e cotovelo


 


Semana 4-6


- Ganho de ADM passiva: elevação no plano da escápula até 140 graus.
- RE até 40 graus
- Rotação lateral em abdução até 45 graus
- Realizar exercícios isométricos com resistência manual.
- Manter exercícios resistidos isotônicos para estabilizadores da escápula.


 


Semana 6-8


 


- Retirar a tipóia
- Elevação total no plano da escápula até a oitava semana
- Rotação externa até 60 graus até a sétima semana e total até a oitava semana
- Manter analgesia global, e alongamento da musculatura cervical e elevadores da escápula
- Realizar exercícios isométricos de Rotação Interna e Externa com mínima resistência manual.
- Mobilidade ativa supina
- Realizar terapia aquática quando possível, aumentando a velocidade de movimento e resistência conforme tolerado


 


Semana 8-12


- Exercícios ativos livres para todos os grupos musculares do ombro, progredindo com carga progressiva.
- Rotação interna e externa com faixa elástica de resistência
- Iniciar exercícios proprioceptivos
- Manter ganho de ADM total conseguida, Ganho de rotação externa em abdução até 90     graus.
- Realizar exercícios resistidos para o ombro (principalmente os rotadores mediais e laterais, deltóide e bíceps)
- Complementar com exercícios resistidos isotônicos nos movimentos combinados.
- Manter exercícios proprioceptivos.
- Realizar fortalecimento periescapular gradual.
- Manter alongamento cervical e elevadores da escápula


 


 Semana 12- 20


- Intensificar os exercícios resistidos isotônicos do ombro e cintura escapular
- Intensificar os exercícios resistidos isotônicos em movimentos combinados
- Realizar exercícios para o gesto esportivo (quando for o caso)
- Retorno gradual e assistido ao esporte apartir da 16º semana
- Aumento gradual da velocidade do treinamento
- Retorno às atividades esportivas após a 20º semana


 


   


 


   Rua Haddock Lobo, 846, 3 andar, torre Beta


Tel: (011)30864720